O livro mais injustiçado que toda feminista deveria ler !

A Letra Escarlate” é uma obra de 1850 que possui uma personagem central feminina, Hester Prynne, mulher profundamente ávida de amor e dotada de grande capacidade de sofrimento. Esta personagem viveu em uma sociedade onde reinava o Puritanismo. Hester Prynne foi excluída do meio social

Porque infringiu as leis que regiam esta religião, e a igreja para sua punição, a colocou à margem da sociedade. Apesar de viver isolada, a personagem não se curvou diante da população, pois foi uma mulher que lutou para viver como uma pessoa comum, sem ser apontada como uma pecadora.

covil das lobas
covil das lobas

No cenário literário atual, a mulher tem crescido cada vez mais como escritora e como personagem. Neste sentido, a análise da personagem Hester busca resgatar a retratação da mulher em uma obra de 1850 com olhares voltados para a ascensão feminina. verificando a evolução desta personagem como mulher ao longo do enredo seja como sujeito ou objeto

Essa ideia de comparação ,obviamente em devidas proporções, me ocorreu após observar em vários círculos sejam na internet ou de colegas diversas mulheres “feministas” que estão no mínimo devendo uma retratação a um dos livros mais significativos, populares e polêmicos que tem sido atacado injustamente, eu poderia estar comentando sobre o clássico livro a letra escarlate ou de Hester, a própria protagonista da obra que hoje já ocupa um lugar de destaque na literatura mundial, mas não.

Se tornou um missão muito difícil e ingrata ser o advogado do diabo( ou advogada) ainda mais considerando o momento atual em que todas estamos passando, as pessoas que me seguem sabem que falo o que tem que ser dito não o que querem ouvir, opinião forte e justa sempre foi o lema da minha vida e no meu blog não será diferente.

Desculpa pessoal do politicamente correto, mas o livro Covil Das Lobas não é um golpe ou copia ou oportunista, e pare ser sincera, é uma das melhores leituras onde o empoderamento feminino está presente de forma sutil como vou mostrar.

Talvez seja mais um daqueles casos onde o autor (ou autora não sabemos) foi vitima do próprio sucesso ao retratar sutilmente aquela que desde de o inicio da humanidade foi a primeira e principal forma de poder das mulheres : O SEXO Sedução, sexo ou seja lá o que for essa é uma verdade absoluta, pense em casos como Cleópatra ou as atrizes na virada do século que conseguiram posições altas de poder na sociedade graças ao seus corpos e inteligência em uma época onde não tínhamos direito a nada.

Talvez se a autora fosse obvia ao contar a historia com um teor feminismo como tema central apelando para nos, não haveria polemica. Precisamos ser mais contundentes ao explicar e passar adiante de forma clara o que é realmente o feminismo, não sair atacando tudo e todas que tratam sobre o tema com um olhar mais realista.

covil das lobas
covil das lobas

Não existe polemica ou guerra como muitas estão dizendo, para mim, todo “burburinho” só me parece um bode expiatório para intimidar as pessoas a não pisarem no gramado reservado onde tudo é perfeito, fechar os olhos para o problema não leva ninguém a lugar nenhum.

Quanto mais penso na revolta causada pelo livro, injusta; eu repito, volto para esses exemplos de livros e autores que são apedrejados por falta de bom senso em julgar o que é ou o que não é ofensivo. Grande parte das reclamações está no fato de todas as mulheres, sem exceção, serem prostitutas na fictícia Cidade de Meer, entretanto, (desculpem se eu for um pouquinho vaga nessa parte porque quem leu o livro sabe que essa virada do enredo é muito surpreendente e não quero dar nenhum spoiler) é exatamente dessa forma que as mulheres conseguem “dominar” e assumir o controle da situação usando o que elas tem de inerentemente diferente e selvagem.

O que é o feminismo? O feminismo compreende todos os movimentos e lutas criados por mulheres que tiveram coragem de enfrentar a sociedade sexista em busca de direitos igualitários para ambos os sexos, como atesta  Bonnici:  “O feminismo poderá ser definido como uma crença e convicção na igualdade sexual acoplada ao compromisso de erradicar qualquer dominação sexista e de transformar a sociedade “

Então encerrando eu pergunto para as inteligentes leitoras :  não seria  exatamente isso que ocorre de forma sutil na historia ? e se essas mulheres da cidade não são feministas o que são afinal de contas ?imagem


Obrigado por ler beijos conscientes da sua XoXo , deixe um comentário e compartilhe se gostou.

4 thoughts on “O livro mais injustiçado que toda feminista deveria ler !

  1. Arrasouuuu!!!! amei o artigo até que fim alguém que diz o que precisa ser dito. Já estou na metade do livro volto aqui depois para dizer o que eu achei, beijos.

    1. Obrigado por comentar linda, aproveitando a sua deixa eu também gostaria de pedir para a mulherada que já leu o livro não darem spoolers nos comentários XOXO

  2. Não aguento ler esse tipo de coisa, no futuro Deus vai te que fazer o homem nascer com duas picas para quem quiser doar para as machudas de plantão que enchem o saco com essa merda de direitos iguais, não li nenhum dos livros indicados nem pretendo a minha sugestão é que vocês desistam dessa porra de escrever seja livro ou artigo. Nunca entendi isso são feministas mais gostam ne ?

    1. Pensa antes de sair ofendendo as pessoas só para esconder a sua insegurança. O mundo esta lotado de homens idiotas como você, faz um favor para todos e se joga de cima de uma ponte com um saco de ratos preso na cabeça.

      Ps: adorei o artigo super bem escrito (como sempre ) e ainda não li nenhum dos dois livros citados no artigo mas entraram na minha lista de leitura e em breve eu vou ler. Estou com vários livros atrasados faz um artigo sobre as suas dicas para ler mais. Beijos lindaaaaaaa.

Deixe uma resposta